• Decodificação de testes on-line - urina, sangue, geral e bioquímica.
  • O que bactérias e inclusões na análise de urina significam?
  • Como entender a análise da criança?
  • Características da análise por ressonância magnética
  • Testes especiais, ECG e ultra-som
  • Taxas de gravidez e valores de variância.
Explicação de análises

Biópsia da tiróide - indicações, resultados, segurança, foto

A glândula tireóide sintetiza hormônios que participam do metabolismo e afetam o crescimento normal e o desenvolvimento de todo o organismo. Se uma pessoa é diagnosticada com irregularidades no corpo, então uma biópsia é frequentemente necessária para esclarecer a natureza da disfunção.

Conteúdos

Biópsia da Tireoide - O que é isso?

Uma biópsia da glândula tireoide é a coleta de células funcionalmente ativas para análise citológica. Uma agulha fina é perfurada com a área desejada e o material é retirado sob o controle da máquina de ultra-som. Depois disso, ele é enviado para um laboratório onde especialistas estudam as amostras e fazem uma conclusão.

A máquina de ultra-som nem sempre é usada, mas apenas com pequenos tamanhos de nódulos tireoidianos, para não perder acidentalmente e não levar tecido saudável. Como regra geral, são necessárias 3 amostras, mas com o tempo não leva mais de meia hora.

O que é uma biópsia da tireoide?

Uma biópsia do nódulo tireoidiano é realizada sem anestesia. O fato é que compostos químicos estranhos reduzem a confiabilidade dos resultados da análise. O médico precisa examinar as células em seu estado atual, e não sob a influência de drogas.

Além disso, o desconforto durante o procedimento não excede o da injeção de anestésico. E se uma pessoa já recebeu injeções, ele não notará uma diferença específica.

Os médicos também chamam de punção por amostragem biópsia aspirada da glândula tireóide. É uma e a mesma coisa, embora uma nova palavra de algumas pessoas possa assustar. Simplesmente uma seringa cria uma tração a vácuo, através da qual as células são sugadas do corpo. By the way, este método é usado em muitas áreas da medicina.

Quando e para quem a análise é atribuída?

Se o paciente vai ao hospital com uma glândula tireóide aumentada, primeiro ele é submetido a um exame de sangue para tireoglobulina e um exame de raio-x é realizado.

Se um distúrbio hormonal ou nódulos de origem desconhecida forem identificados, uma biópsia é prescrita. No entanto, os tumores são de natureza diferente - bons e malignos.

Veja também: Ensaio de hormônio tireoidiano

Uma biópsia da glândula tireóide é muitas vezes a única maneira de detectar câncer. Portanto, com a menor suspeita de câncer, o procedimento é obrigatório.

Às vezes, faz sentido realizar uma punção e uma amostra do material para análise após o tratamento com a glândula tireóide. Isso é necessário para avaliar a qualidade da terapia. E a análise é especialmente necessária após uma operação cirúrgica para remover um tumor cancerígeno.

Embora o arsenal da medicina tenha um método de introduzir marcadores que acompanhem o crescimento dos tecidos, mas às vezes uma análise citológica da biópsia da tireoide fornece uma caracterização muito mais precisa do curso da doença.

Avaliação dos resultados da biópsia da tireoide

Passando por biópsia sob ultrassonografia, foto

Passando por biópsia sob ultrassonografia, foto

Dependendo do nível do centro médico, os especialistas precisam de 3 a 7 dias para conduzir uma pesquisa completa. Ao mesmo tempo, a precisão da análise é de 95%, e esse é um número bastante alto, dado que qualquer experimento de laboratório tem um erro.

Além disso, a exatidão da amostragem do material afeta o resultado: se o médico erroneamente perfurou um local saudável, então não pode haver nenhuma certeza. Portanto, para nós pequenos (até 1 cm), a ultrassonografia é sempre usada.

Um corpo saudável não precisa de tal estudo. A este respeito, os resultados da biópsia da tiróide são de dois tipos:

  1. Tumor benigno (bócio nodular ou difuso).
  2. Tumor maligno (carcinoma).

Estas doenças têm causas semelhantes, que na maioria dos casos consistem em hipo ou hiperfunção do corpo devido à violação do equilíbrio do iodo no corpo e outros fatores.

O laboratório não coleta anamnese, mas apenas investiga a estrutura e composição das células da glândula tireoide. Geralmente, o resultado não resulta em dificuldades, uma vez que as alterações funcionais características de várias doenças afetam diretamente a morfologia das células.

Dúvidas de especialistas estão em casos em que é impossível estabelecer exatamente o tipo de doença. O ponto não está nem no próprio método, mas nas mudanças intracelulares não formadas.

Portanto, existe uma chance de 50% de desenvolvimento adicional de um tumor bom ou maligno quando é identificado um nódulo atípico que possui células indiferenciadas. Nesta situação, recomenda-se repetir o procedimento depois de um tempo, no entanto, isso não significa que é necessário parar o tratamento da glândula tireóide.

Segurança da biópsia da tireoide

Um médico experiente irá realizar uma biópsia com rapidez e facilidade. Nesse caso, o paciente sentirá desconforto e dor leve por picada de agulha e ingestão de material (a anestesia não é feita), mas esse é um fenômeno temporário. Nos próximos dias, uma pessoa pode ter um pescoço dolorido, especialmente se houver outros distúrbios, por exemplo, osteocondrose.

Às vezes, a biópsia por agulha fina da glândula tireoide é realizada no istmo do órgão. Neste caso, a probabilidade de uma punção da traquéia é grande - não é mortal, mas muito desagradável. O paciente pode tossir muito e se recusar a repetir o procedimento. Vou ter que adiar a análise por alguns dias.

Algumas pessoas têm essa ideia: uma biópsia pode desencadear um aumento nos nódulos ou afetar a transformação de um tumor benigno em maligno. Mas esta é uma opinião errônea. Na medicina clínica, não há um único caso que confirme essa afirmação. Além disso, o senso comum determina que uma punção normal não desencadeie os processos de alterações funcionais nas células.

Conclusão

A biópsia da glândula tireóide é o método diagnóstico mais importante da medicina moderna. O procedimento é realizado para determinar a natureza das alterações dos órgãos intracelulares após a confirmação do distúrbio por meio de análise de raios X e sangue.

Em geral, o médico recebe um quadro clínico completo da doença e pode prescrever um tratamento eficaz. Se a amostra não fornecer resultados confiáveis, o procedimento é repetido após 2-3 semanas.

Interessante

As informações são fornecidas para fins de informação e referência, um médico profissional deve prescrever um diagnóstico e prescrever um tratamento. Não se auto-medicar. | | Contate-nos | Publicidade | © 2018 Medic-Attention.com - Saúde On-Line
A cópia de materiais é proibida. Site editorial - info @ medic-attention.com