• Descriptografia de testes on-line - urina, sangue, geral e bioquímica.
  • O que bactérias e inclusões na análise de urina significam?
  • Como entender a análise da criança?
  • Recursos da análise de ressonância magnética
  • Testes especiais, ECG e ultra-som
  • Normas durante a gravidez e valores de desvios.
Decodificação de análises

Dieta para uma mulher depois de 50 anos, comida e cardápio

Para cada mulher, 50 anos não é apenas uma idade de jubileu, mas também um marco importante, indicando certas mudanças na fisiologia, bem-estar e estado geral do corpo. O metabolismo lento e a produção reduzida de hormônios leva ao fato de que o peso corporal involuntariamente começa a aumentar.

Para evitar as dificuldades associadas com a mudança anual de guarda-roupa na direção de volumes crescentes, você deve ouvir as recomendações de nutricionistas experientes e repensar um pouco sua dieta, bem como prestar atenção às técnicas comprovadas de relaxamento e atividade física.

Conteúdo

Dieta para perda de peso para mulheres após 50 anos

Dieta para perda de peso para mulheres após 50 anos

Deve-se ter em mente que as dietas expressas estritas para todas as mulheres que atingiram 40 anos de idade são estritamente contra-indicadas - uma forte restrição de calorias e o conteúdo da dieta sempre visam a uma perda rápida de quilos existentes.

Neste caso, livrando-se da camada de gordura odiada, a mulher corre o risco de adquirir um monte de novos problemas na forma de flacidez e de dobras inestéticas nos lugares mais inapropriados (barriga, pescoço / queixo duplo, antebraços internos, etc.).

Uma dieta balanceada para perda de peso para mulheres após 50 anos deve conter todo o conjunto de compostos vitais. Em uma situação tão delicada, trata-se mais da adesão aos princípios da nutrição racional do que de certos métodos que ajudam a perder peso.

  • Primeiro de tudo, estamos falando de vitaminas, micro e macro elementos, fibras alimentares, compostos de pectina, aminoácidos essenciais, antioxidantes, fitoestrógenos e probióticos.

Além da organização da dieta, após 50 anos deve-se concentrar no aumento da atividade física, principalmente se você tem um trabalho sedentário e um modo de vida sedentário.

  • Prática de Pilates, flexão do corpo, yoga, dança, natação e caminhada. Estes esportes são ideais para mulheres que estão na menopausa.
  • Não esqueça de passeios regulares no ar puro, jogos ativos com animais, caminhando na natureza.

Consistentemente perder peso e aderir aos princípios da boa nutrição é necessário para ter um bom humor e ficar de bom humor. Para estabilizar o fundo emocional e evitar contusões, use todos os métodos de relaxamento disponíveis para você: visitar a sala de vapor, caminhar, meditar, ouvir música clássica, conversar com amigos, eventos culturais, etc.

Comida durante a menopausa

Comida durante a menopausa

Cinquenta anos de idade - o tempo do ajuste hormonal do corpo feminino. Alguém mais cedo, alguém vem depois da menopausa - a atenuação das funções de parto, a cessação da produção de hormônios sexuais, uma diminuição na intensidade dos processos fisiológicos (metabólicos). Estes processos são frequentemente acompanhados por marés, instabilidade do contexto emocional, ganho de peso descontrolado.

O que não deve ser feito nesta situação está em pânico. Você precisa ajudar seu corpo a se mover para um novo nível, percebendo a beleza do período inicial - o surgimento do tempo livre, que você pode dedicar a si mesmo.

Toda mulher deve, no momento da menopausa, superestimar sua dieta, desistindo de junk food e enriquecendo o cardápio com produtos saudáveis.

De acordo com nutricionistas, se você não mudar seus hábitos alimentares, um ganho anual de peso (de 2 a 4 kg) é garantido.

Mas com a ajuda de um menu bem projetado, você pode não apenas minimizar o desconforto durante as ondas de calor, mas também manter o corpo em boa forma (um determinado alimento terapêutico e profilático também pode perder peso).

Os princípios básicos do menu para a menopausa:

  • redução da ingestão calórica devido à rejeição de açúcar, produtos de farinha, gorduras animais;
  • enriquecer a dieta com produtos de origem fitoestrogênica - substâncias similares aos hormônios sexuais femininos, devido à inclusão na dieta de soja e leguminosas, frutas frescas e verduras (a melhor opção é usar 20-30 ml de óleo de soja diariamente);
  • modo de beber (pelo menos 2,5 litros de água descongelada / nascente / não carbonatada / bem por dia);
  • manter um equilíbrio de proteínas, gorduras e carboidratos na dieta (dietas com proteínas ou carboidratos puros após 42-50 anos são contraindicadas, uma vez que a falta de gorduras na dieta priva o corpo de vitaminas lipossolúveis).

Com esta abordagem para perder peso, é muito mais fácil e seguro para o corpo alcançar resultados. Não busque uma rápida perda de peso, para não se machucar e não quebrar o delicado equilíbrio.

Dieta para mulheres depois de 50 anos: cardápio por 7 dias, recursos

Dieta para mulheres depois de 50 anos

Exemplo de menu para a semana para mulheres que querem perder peso (deve-se notar que nos intervalos entre as refeições de cabeça você deve definitivamente ter um lanche com produtos lácteos, frutas frescas, bem como mel, nozes e frutas secas, mas não mais de 50 gramas):

1 dia

  • Café da manhã: ½ grapefruit, um copo de chá karkade (sem açúcar).
  • Almoço: couve-flor cozida ou brócolis, uma porção de peito de frango, cozido em papel alumínio com suco de limão, pão de farelo, chá de mate.
  • Jantar: peixe cozido com legumes, salada de espargos, um copo de ryazhenka baixo teor de gordura.

2 dias

  • Café da manhã: 1 maçã, uma bebida de chicória.
  • Almoço: salada de algas marinhas, espinafres a vapor, vitela cozida, chá verde.
  • Jantar: polvo assado ou pescada, uma salada de tomates e pepinos, folhas verdes, um copo de bio-kefir de baixo teor de gordura.

3 dias

  • Café da manhã: pão de farelo e uma fatia de queijo de soja ou coalho, chá verde.
  • Almoço: peito de bife com cogumelos cozidos no vapor, repolho branco e salada verde, cenoura cozida ou beterraba, compota de frutas secas sem açúcar.
  • Jantar: queijo cottage com frutas, bacalhau assado.

4º dia repete 1o, 5o - 2o, 6o - 3o.

Descarga de 7 dias

  • Café da manhã: uma porção de trigo sarraceno cozido + um copo de kefir com probióticos.
  • Almoço: trigo mourisco + iogurte natural.
  • Jantar: trigo mourisco + kefir.
  • Hora de dormir: um copo de kefir.

Todas as saladas são temperadas com óleo de soja, comida salgada diretamente no prato e não durante o cozimento. Se você sentir desconforto durante uma dieta, deve consultar um gastroenterologista, um endocrinologista, um nutricionista, um terapeuta e um cardiologista.

Dicas de Nutrição

Para manter uma boa saúde e conforto psicológico, as mulheres com mais de 50 anos precisam incluir diariamente em sua dieta alimentos ricos em triptofano, que no corpo são convertidos em serotonina - o hormônio da alegria: peixe e caviar, frango, queijo cottage, sementes, nozes, queijo, soja, halva.

Os nutricionistas notam que uma banana e 10 a 20 gramas de chocolate amargo mudam instantaneamente o humor e a percepção do mundo para melhor.

Diversos alimentos estimulam processos metabólicos e aceleram o metabolismo, o que afeta diretamente os processos de perda de peso: toranja, raiz de gengibre, chá de mate paraguaio, filé de peru, leite de soja, tofu, alho, canela, couve-maria e manjerona seca. Enriquecer a dieta com alimentos saudáveis ​​e o resultado irá encantá-lo em breve.

Contra-indicações

Pare de usar qualquer dieta difícil por dois motivos:

  1. Substâncias tóxicas acumuladas no tecido adiposo subcutâneo com uma liberação aguda entram diretamente no sangue, e um metabolismo desacelerado não permitirá lidar com a limpeza tão efetivamente quanto na juventude.
  2. A perda de gordura em alta velocidade pode levar à disfunção do sistema excretor e do fígado.

Contra-indicações para a observância da nutrição básica não existe. Leve em consideração as características individuais do corpo e não inclua no cardápio produtos para os quais você possa ter alergias, e perder peso após 50 anos se transformará em um jogo interessante, rejuvenescimento e reabilitação de todos os órgãos e sistemas.

Te abençoe!

Interessante
Natalie Ushakova
2018-01-12 07:16:24
Eu quero perguntar, eu tenho 50 anos, altura 166. Peso - 85kg. Eu quero perder peso. mas! Eu trabalho como médico em um dispensário de TB. Eu trabalho com pacientes com secreções bacteriológicas da tuberculose. A minha perda de peso causa tuberculose?
doutor Daria
2018-02-02 08:16:19
Olá natalie. De fato, a depleção (e, consequentemente, a ingestão insuficiente de vitaminas e proteínas) pode ser um fator de risco para a tuberculose. Mas, você pode escolher corretamente a comida, reduzir a quantidade de produtos nocivos - doces, doces, gordurosos e fritos, e monitorar a utilidade da dieta. Em nenhum caso, não pratique dietas hipocalóricas. Seguir os princípios da nutrição adequada ajudará você a perder peso e melhorar sua saúde. Afinal, o excesso de peso também é perigoso quando se trabalha com pacientes com tuberculose, pois pode provocar uma diminuição da imunidade.

As informações são fornecidas para fins de informação e referência.Um médico profissional deve diagnosticar e prescrever o tratamento. Não se auto-medicar. | Contato | Anuncie | © 2018 Medic-Attention.com - Saúde On-Line
Copiar materiais é proibido. Edição de sites - info @ medic-attention.com