• Decodificação de testes on-line - urina, sangue, geral e bioquímica.
  • O que bactérias e inclusões na análise de urina significam?
  • Como entender a análise da criança?
  • Características da análise por ressonância magnética
  • Testes especiais, ECG e ultra-som
  • Taxas de gravidez e valores de variância.
Explicação de análises

A parede anterior do útero: uma pergunta-resposta

Um pouco de anatomia

O útero é um órgão genital do corpo feminino. É no ventre que a vida nasce, o crescimento e desenvolvimento de uma pessoa pequena está ocorrendo. Este órgão assemelha-se a uma forma de pêra - a parte mais larga está localizada no topo e a estreita, que passa para o colo do útero, a partir de baixo.

A estrutura do útero é bastante simples: a camada externa é serosa, e a camada interna, consistindo de entrelaçamento de fibras musculares, é mucosa. Devido à presença de uma poderosa camada muscular e um arranjo caótico das fibras musculares, o útero pode alterar significativamente o seu tamanho durante a gravidez.

Anatomicamente é dividido em várias partes: o fundo, o corpo e o pescoço. Convencionalmente, os ginecologistas distinguem as paredes do útero. Isso é necessário para estabelecer o ponto de fixação da placenta durante a gravidez e também serve como um guia para os processos patológicos que se desenvolvem no órgão. Aloque as paredes posterior e anterior, lateral e inferior.

A parede anterior do útero é a parte voltada para a parede frontal do abdome da mulher. Normalmente, o fundo deve ter uma ligeira inclinação para a frente e a parede frontal, respectivamente, é ligeiramente para baixo.

A parede anterior do útero

O útero é um órgão em movimento. Graças aos poderosos ligamentos que a seguram na cavidade pélvica, ela pode mudar sua posição. Por exemplo, com uma bexiga cheia, você pode se mover para trás e ao encher o intestino - para a frente. Durante a gravidez, o útero gradualmente se desloca para cima e para a frente devido ao aumento do peso do feto.

Conteúdos

A placenta na parede frontal do útero - o que isso significa?

No exame de ultrassonografia, o médico deve anotar a localização da placenta. O que é isso? A localização da placenta nesta ou naquela área do útero permite prever possíveis complicações durante a gravidez e o parto. Isso dá tempo para tomar medidas preventivas.

Normalmente, a opção mais bem sucedida para fixar a placenta é ao longo da parede do fundo. As vantagens desse arranjo residem nas características anatômicas do órgão genital principal.

  1. A parede posterior e a zona do fundo uterino tem uma rica rede sanguínea. Um bom suprimento sanguíneo dessa área proporciona um maior fluxo de sangue para o "lugar das crianças", a entrega de oxigênio e nutrientes para o feto ocorre em um volume maior.
  2. Essa parte do útero é mais densa e difícil de alongar, o que permite que a placenta permaneça em uma posição calma, sem o risco de um descolamento prematuro.
  3. O bebê menos "chuta" as pernas da placenta, reduzindo assim o efeito traumático.

Se a placenta estiver localizada na parede frontal do útero, não há motivo especial para preocupação. No entanto, vale a pena considerar que esse arranjo tem suas peculiaridades. É importante que uma mulher grávida saiba disso com antecedência, para que quando aparecerem os primeiros sinais que indicam possíveis complicações, procure ajuda.

  • Se a atividade da criança é excessiva, o descolamento prematuro da placenta pode ocorrer. Também pode ocorrer durante as lutas de treinamento, quando o corpo está preparado para o parto. Embora esses fenômenos sejam bastante raros, devemos nos lembrar deles.
  • Se a anamnese de uma mulher foi operada no útero ou os partos anteriores foram resolvidos por cesariana, o risco de um aumento da placenta para o rúmen é alto.
  • Se a placenta estiver muito fixada na parede frontal, a possibilidade de sangramento durante o parto é alta. Muito provavelmente, essa circunstância exigirá uma cesariana. Quando a placenta está localizada no alto da parede anterior do útero, não deve haver motivo para preocupação.

Gravidez ao encontrar a placenta na parede frontal tem algumas características.

  • A futura mãe começa a sentir-se depois, do que com a localização clássica da placenta. Isso ocorre porque a placenta é bastante espessa, os tremores fracos não serão transmitidos para a parede abdominal.
  • O médico achará difícil ouvir os batimentos cardíacos do bebê, pois a placenta reduzirá a condutividade dos sons.
  • Também é difícil para o ginecologista sentir as partes do corpo fetal.

Apesar de todas as nuances, a gravidez na posição anterior da placenta não é uma patologia. Nascimentos ocorrem naturalmente, a menos que haja outras indicações para cesariana.

Qual é a hipertensão da parede anterior do útero durante a gravidez e quão perigoso é isso?

Hypertonus é uma contração excessiva dos músculos. Se os feixes musculares forem reduzidos apenas em alguma área específica do útero, fale sobre a hipertensão local. Hipertensão das paredes posterior e anterior do útero é freqüentemente observada.

Com hipertensão da parede anterior do útero do músculo, a mulher sente dor e sensação de peso no abdômen. O sintoma da dor é semelhante àquele durante a menstruação. Naturalmente, no curso normal da gravidez, isso não deveria acontecer.

Hypertonus é perigoso porque pode provocar aborto prematuro ou um descolamento prematuro da placenta no futuro.

Hipertensão diagnosticada durante o ultra-som. Uma futura mãe com hipertensão do útero deve observar a tranqüilidade e limitar a atividade física. A necessidade de tratamento com drogas é determinada pelo médico.

O que é um córion na parede frontal do útero?

Chorion em embriologia é a casca exterior do embrião. Em um pequeno período de gravidez, a casca em que a criança ainda é difícil chamar a placenta. Após 16 semanas de gravidez, as membranas se tornam uma placenta cheia.

Se o ultra-som foi indicado que a localização do córion ao longo da parede frontal do útero - isso indica a fixação do feto a esta área do útero.

A opção clássica e mais bem sucedida de fixação é a parede posterior do útero. Mas não fique chateado se o córion estiver localizado na parede frontal. Isso não é de forma alguma uma patologia, mas apenas uma variante da norma.

Qual é a omissão da parede anterior do útero?

A omissão das paredes do útero ocorre com a fraqueza dos ligamentos que mantêm o útero em uma posição normal. Muitas vezes esta patologia ocorre em mulheres na idade adulta. A causa da omissão pode servir como um parto difícil, nascimentos múltiplos, uma fruta grande.

  • Às vezes, a omissão do útero está associada a doenças (tumores, doenças do tecido conjuntivo) ou a esforços físicos pesados.

Por muito tempo, o abaixamento da parede anterior do útero pode não apresentar sintomas. A omissão da parede uterina raramente é um sintoma independente. Mais frequentemente esta condição é combinada com a diminuição das paredes da vagina e cistocele. A bexiga se move para baixo, abaixando a parede vaginal.

Uma mulher com esta condição se sente desconfortável com a micção, queixando-se de dificuldade em retirar a urina ou, inversamente, a incontinência.

Em consequência de fenômenos estagnados, a cistite desenvolve-se. Na região da vagina, uma mulher pode sentir um objeto estranho. Esta é a bexiga, que caiu muito baixa, causando dor durante a sessão e sexo.

Mais informações sobre o tratamento do prolapso uterino .

Nodo na parede frontal do útero - é perigoso?

A doença tumoral benigna mais comum do útero é o fibromioma (leiomioma). A doença afeta um grande número de mulheres em diferentes idades. O leiomioma na maioria dos casos é assintomático. A doença é geralmente encontrada durante o ultra-som.

Uma mulher que é diagnosticada com "leiomioma" geralmente começa a se preocupar com sua função reprodutiva. Devo dizer que a gravidez com leiomyomi pode prosseguir com segurança.

Tudo depende do número de nós e sua localização. Os nós localizados na parede externa do útero (seroso) não interferem com a gravidez. Nós que estão na espessura da camada interna do útero, a gravidez não pode interferir, mas criar problemas durante o parto e depois - irá interferir com as contrações normais do útero.

A localização do nódulo fibromatoso na parede anterior do útero do lado da mucosa (nódulo submucoso) pode impedir o início da gravidez. Nesse caso, o nó deve ser excluído.

A localização do nódulo na parede anterior da camada muscular (nódulo intramural) ou externo (nódulo subseroso) da gravidez pode não interferir, mas causar dor e causar distúrbios do ciclo menstrual.

Nódulos fibromatosos devem ser tratados em um estágio inicial de desenvolvimento. Existem métodos médicos e cirúrgicos de tratamento. As táticas de tratamento são determinadas pelo médico individualmente, dependendo do número, tamanho dos nós e sua localização.

Interessante

As informações são fornecidas para fins de informação e referência, um médico profissional deve prescrever um diagnóstico e prescrever um tratamento. Não se auto-medicar. | | Contate-nos | Publicidade | © 2018 Medic-Attention.com - Saúde On-Line
A cópia de materiais é proibida. Site editorial - info @ medic-attention.com