• Decodificação de testes on-line - urina, sangue, geral e bioquímica.
  • O que bactérias e inclusões na análise de urina significam?
  • Como entender a análise da criança?
  • Características da análise por ressonância magnética
  • Testes especiais, ECG e ultra-som
  • Taxas de gravidez e valores de variância.
Explicação de análises

Inflamação dos gânglios linfáticos sob o braço: causas e tratamento

Um papel enorme no estado da saúde humana é desempenhado pelo sistema linfático. Sua principal função é impedir a propagação da infecção, absorvendo (reabsorvendo) os componentes da proteína e, em seguida, devolvendo-os ao sistema de circulação sanguínea. Representa um tipo de rodovia de transporte que remove materiais residuais e garante a pureza do espaço intercelular.

Os linfonodos protegem o corpo contra infecções e são a principal fonte de células, cuja principal função é a produção de certos anticorpos. A pureza do processo é determinada pela resposta imune das células, cujo baixo potencial, contribui para a infecção no sangue e o desenvolvimento de linfadenite em várias partes do corpo humano, incluindo a inflamação dos gânglios linfáticos sob o mouse.

Conteúdos

Causas da inflamação dos gânglios linfáticos pelo rato

Inflamação dos gânglios linfáticos sob o rato

Os gânglios linfáticos sob as axilas filtram a linfa que vem da área da mão, ombro, ombro escapular e glândulas torácicas. Em estado saudável, não ultrapassam 1 cm e não são palpados quando palpados. Qualquer alteração na sua estrutura e condição - a coesão entre a pele e eles próprios, mobilidade prejudicada e sintomas dolorosos, sempre indicam o desenvolvimento de quaisquer patologias.

A causa da inflamação dos gânglios linfáticos sob o braço é devido a uma variedade de fatores. Este é principalmente processos agudos de infecções bacterianas na zona de drenagem linfática, passando através dos gânglios linfáticos no oco das axilas. A fonte da infecção são várias cepas de microorganismos cocais.

Muitas vezes a reação inflamatória dos gânglios linfáticos pelas axilas se manifesta:

  1. Na forma de resposta imune à reação de inflamação do tecido mamário, com mastopatia ou localização tumoral;
  2. Devido a processos inflamatórios específicos causados ​​por micobactérias na granulomatose crônica ou tuberculose ;
  3. Devido à infecção por adenovírus, acompanhada por fenômenos catarrais. Síntese viral repetida (replicação) em tecidos, provoca uma drenagem linfática intensificada e aumento reativo dos linfonodos;
  4. Não é incomum, quando a manifestação de reações inflamatórias sob o braço de uma criança é diagnosticada, como resultado de arranhões em gatos.

Muitas vezes, em pessoas atípicas a alterações patológicas e processos inflamatórios nos gânglios linfáticos das axilas levam patologias da pele - processos inflamatórios recorrentes da derme e epiderme ( dermatite atópica , dermatose, eczema ).

Isto é devido ao longo processo alérgico, levando a um acúmulo excessivo de toxinas e substâncias de quebra de proteínas nos focos de processos inflamatórios. Isso causa um aumento da carga sobre os vasos linfáticos quando eles são removidos, como resultado - um aumento nos nódulos.

Sinais e Sintomas da Inflamação

Sinais e sintomas de inflamação dos gânglios linfáticos

O processo inflamatório dos linfonodos axilares passa isoladamente, tem um estágio catárfico e purulento do fluxo, manifestado pela forma aguda ou crônica.

Inflamação catarral aguda

Esse processo se manifesta com bastante frequência, mas prossegue de forma fácil. Há dor, ampliação e compactação dos nós. Eles não perdem mobilidade durante a palpação. Talvez vermelhidão e inchaço do tecido circundante. A condição do paciente piora, há ligeira condição subfebril e desconforto ao se mover com a mão.

O curso leve da doença pode passar sem quaisquer sinais, o corpo pode lidar com a patologia por conta própria, mas o risco de inflamação dos nódulos axilares na forma crônica do fluxo é alto.

Inflamação purulenta dos gânglios linfáticos

A inflamação purulenta é o maior perigo. No tecido estrutural do nódulo, há um abscesso pustular ou mesmo alguns. O nó em si é doloroso e imóvel. Os tecidos adjacentes são hiperêmicos, sujeitos a alterações e fusão. É possível soldar os nós à pele.

Nesta condição, os nós não são capazes de fornecer filtragem protetora - eles próprios representam uma ameaça à propagação da infecção, uma vez que se tornam uma fonte de infecção. Uma condição séria é manifestada por febre, calor e sinais de intoxicação.

Depois de um tempo, abaixo da influência da fusão de uma cápsula purulenta, as passagens fistulny formam-se, pelo qual os tecidos apodrecidos e uma massa purulenta se lançam. Mas um avanço independente de pus não significa que irá fluir completamente.

Se não começar urgentemente o tratamento da inflamação do nó de linfa abaixo do braço, o processo da supuração pode continuar, e da próxima vez abrir-se-á e provocará sepsia. A necrose do local em si é rara - com possível infecção por peste bubônica.

Inflamação crônica

Muitas vezes, várias patologias infecciosas crônicas e lentas no corpo contribuem para a manifestação de reações inflamatórias crônicas nos linfonodos da zona axilar. Esta característica é por vezes uma espécie de marcador de tuberculose ou sífilis. Sintomatologia é pouco expressa, os nós são móveis, embora a dor é aumentada insignificantemente.

Embora o aumento dos gânglios linfáticos possa ser uma característica fisiológica em alguns pacientes, mas os nódulos que nunca chegam ao normal são um sinal claro de um processo inflamatório crônico. Apenas um exame completo pode fornecer uma avaliação da condição.

Exame diagnóstico

Em todos os casos controversos e duvidosos, uma biópsia e punção dos gânglios linfáticos são realizados determinando a causa da inflamação do linfonodo sob a axila. Um exame de sangue complexo (estudo clínico, bioquímico, sorológico e imunológico) é prescrito.

Como técnicas complementares, ultra-som e exame de raios-X são usados. É necessário realizar um diagnóstico diferencial exclusivo ou confirmatório para câncer de mama, linfoma, leucemia linfática e câncer dos próprios linfonodos.

Exame diagnóstico é conduzido pelo terapeuta e cirurgião. De acordo com as indicações, um método consultivo pode ser recomendado em um hematologista ou onco-hematologista, o que ajudará a determinar exatamente o que é a inflamação dos gânglios linfáticos sob o mouse. Com a confirmação do processo do tumor, o tratamento irá para um "canal" completamente diferente.

As táticas de tratar os gânglios linfáticos inflamados

Tratamento da inflamação dos gânglios linfáticos pelo rato

Tratamento da inflamação dos gânglios linfáticos do mouse com o mouse começa com a eliminação da causa que desencadeou a patologia.

A infecção por adenovírus é interrompida por medicamentos antivirais, patologias da pele - anti-histamínico e medicamentos hormonais. Substâncias antifungicidas são doenças fúngicas. O tratamento cirúrgico está sujeito a formações purulentas nas áreas de localização do carpo e da escápula.

Eles são divididos em furunculose purulenta e formações flegmonosas. Sob quaisquer condições, o fluxo de focos purulentos atravessa os gânglios linfáticos localizados sob as axilas. As reações inflamatórias nos nós podem passar e independentemente, se o foco infeccioso principal se eliminar a tempo.

  • Para a remoção da inflamação dos gânglios linfáticos sob o braço, são prescritos antibióticos - medicamentos do grupo da penicilina e medicamentos de um subgrupo de antibióticos beta-lactâmicos. Tal tratamento é justificado se for impossível descobrir a causa da infecção por semeadura linfática.
  • Para eliminar a febre e a anestesia, são prescritos anti-inflamatórios não esteróides - Ibuklin, Nurofen ou Paracetamol.

tratamento de inflamação purulenta dos gânglios linfáticos sob as axilas Eliminação do efeito dos alérgenos e redução do edema é conseguida pela ação de anti-histamínicos. Com respeito a formações focais purulentas, aqui sem abrir e drenar a lareira não pode fazer.

Antes do completo desaparecimento do pus, a ferida é tratada com anti-sépticos - Miramistine, Furacilin, ou qualquer outro medicamento desinfetante, a critério do médico, seguido pela aplicação de uma atadura estéril com pomada de Levomekol ou seus análogos. A cicatrização de feridas é acompanhada de formação de cicatriz. Para reduzir o seu crescimento, aplique o gel "Kontraktubeks" ou realizar cauterização de granulações excessivas.

. Os pacientes são importantes saber - o aquecimento independente com reações inflamatórias nos nós do sistema linfático, antes de identificar a causa verdadeira, é inaceitável . Sob a linfadenite, a patologia tumoral pode se esconder, e o aquecimento só vai acelerar o desenvolvimento da doença.

Qual médico devo entrar em contato?

As razões para o desenvolvimento de inflamação dos gânglios linfáticos sob o braço são muitas. Cada um deles é tratado por um certo especialista - fisioterapeuta, especialista em doenças infecciosas, oncologista, imunologista e assim por diante.

É claro que você pode visitá-los todos a sua vez, mas para economizar tempo, entre em contato com o terapeuta local, que identificará a causa exata e enviará o tratamento a um médico em particular.

Interessante

As informações são fornecidas para fins de informação e referência, um médico profissional deve prescrever um diagnóstico e prescrever um tratamento. Não se auto-medicar. | | Contate-nos | Publicidade | © 2018 Medic-Attention.com - Saúde On-Line
A cópia de materiais é proibida. Site editorial - info @ medic-attention.com